Carreiras Criativas Sustentáveis e Limitadas

Posted on

Ao longo da nossa jornada criativa é comum adquirimos lesões por conta da forma como trabalhamos.

As posições ou ações, nem sempre tão confortáveis —na frente de uma tela ou criando ilustrações e textos—, fazem com que os movimentos repetitivos criem pontos de tensão e, futuramente, lesões que podem causar incômodos.

Má postura, fadiga e esforços prolongados certamente terá um impacto significativo sobre como e quando você produz o seu trabalho.

E, na maioria dos casos, só conseguimos ter compreensão dessas lesões quando elas passam a ser um problema maior na nossa rotina, impedindo as nossas ações na hora de produzir, pensar e também gerando um desconforto.

A importância de cuidar do corpo

E foi pensando nessas situações cotidianas que a ilustradora e cartunista Kriota Willberg reconheceu a importância de cuidar do corpo como parte de uma prática criativa, sustentável e equilibrada.

Ela criou o  livro de quadrinhos de Willberg, Draw Stronger: Self-Care for Cartoonists and Other Visual Artists como um modelo de rotinas e exercícios saudáveis ​​para criativos. 

Sua abordagem torna o cuidado com o corpo parte do processo de um criativo.

A ideia é transformar os tempos de pausas em momentos igualmente necessários durante a produção de um criativo, e não mais como algo pensado em um “momento em que não fazemos nada”.

Abaixo deixamos 5 dicas de como tornar o seu corpo uma prioridade na hora de impor os seus processos criativos.

Longevidade como prioridade

Trabalhando na frente de uma tela ou sendo um artista que faz esboços com frequência, um dia de trabalho sedentário e baseado em movimentos repetitivos causam tensões e, provavelmente, exaustão – sendo ambos prejudiciais à sua capacidade de fazer o seu trabalho, ou podendo até mesmo encerrar ele de forma precoce.

Considere a sua saúde física como algo criativo.

Da mesma forma que somos capazes de investir em habilidades para melhorar os nossos processos, podemos trabalhar o nosso corpo ao nosso favor, estabelecendo bases para uma carreira confortável e segura.

Quando mudamos o foco para algo a longo prazo, conseguimos respeitar os nossos caminhos escolhidos e garantimos o bem-estar durante o nosso processo evolutivo como criativo.


Torne os exercícios parte da sua rotina

Cumprir prazos, estabelecer metas financeiras ou fazer um networking são algumas obrigações que temos no dia a dia, além da produção — às vezes em excesso — criativas que precisamos fazer.

O comprometimento com os exercícios garantem que você esteja mais disposto ao longo da prática.

Essas práticas devem fazer parte da sua rotina e funcionar com o seu estilo de vida, já que elas vão ocupar uma parte significativa do seu tempo.

O autocuidado físico em conjunto com a memória muscular é o caminho mais fácil de prevenir lesões futuras.

Ilustração Kriota Willberg

Misture atividades específicas com atividades gerais que possam manter seu corpo em dia.

Artes marciais, natação, yoga ou qualquer outra prática podem ser caminhos para cuidar de forma mais geral do nosso corpo.

Não importa qual a sua escolha, o fator crucial é encontrar uma válvula de escape que permita a liberdade de movimento e uma maneira de se desvencilhar de uma amplitude física limitante dele. 


Novos hábitos = bons resultados

Romper com os maus hábitos pode ser desanimador e confrontador. Afinal, os movimentos repetitivos surgem da ideia de algo está funcionando bem — enquanto estamos fazendo e obtendo resultados — e que não precisa ser mudado.

Porém, quem nunca chegou ao final de um dia longo de trabalho com uma leve tendinite, dores nas costas ou pescoço por esforços repetitivos sem pausas?

A nossa postura ao sentar é um exemplo, ao curvar-se ou quando caímos, para muitas pessoas é um estado natural do seu corpo que causa conforto temporário para continuar a prática de algo recorrente.

O primeiro é, ao lembrar uma postura errada, corrigir ou fazer movimentos para alongar no ato. A maior dificuldade encontrada acontece por que os nossos músculos precisam se manter eretos e nem sempre eles são tão desenvolvidos pela maioria de nós.

Não se culpe!

É difícil encontrarmos um trabalho que seja verdadeiramente ergonômico, e por isso é importante tomar medidas durante as criações e ao longo prazo para acostumar nosso corpo.

O resultado pode ser muito satisfatório ao perceber que os seus velhos hábitos estavam te atrapalhando.

5 Dicas de melhorar hábitos do corpo (dia-a-dia) - Des1gnON
Ilustração Kriota Willberg

Use o que você tem

Um dos motivos que impedem muitos criativos nessas práticas sustentáveis do corpo são as ferramentas ou equipamentos para os exercícios.

O proprósito disso tudo é literalmente exercitar a criatividade, seja com a mente ou com o corpo, a ideia é que você use o que tem e que torne esses exercícios um hábito na sua rotina.

Reserve um tempo para olhar ao redor do espaço onde você passa a maior parte do seu tempo e considere como ele pode ser reaproveitado para atender às suas necessidades físicas.

Existe algum espaço que possa ser aproveitado enquanto você escuta o seu podcast pela manhã? Uma varanda, que pode servir para te ajudar nessa prática e ao mesmo tempo para tomar os quinze minutinhos de sol?

Sendo criativo, até mesmo uma porta pode fazer parte de sua rotina de exercícios, como Willberg ilustrou.

5 Dicas de melhorar hábitos do corpo (dia-a-dia) - Des1gnON
Ilustração Kriota Willberg

Em seu livro Draw Stronger, muitos dos exercícios sugeridos não exigem nenhum equipamento ou usam acessórios que facilmente encontramos no nosso espaço para ajudar a tornar isso parte da nossa rotina. 

Removendo as barreiras para uma vida saudável e ergonômica, facilmente conseguimos incorporar esses exercícios no dia a dia e tornar eles tão comum quanto tomar café da manhã!


Você faz o seu ritmo 

Às vezes, o esgotamento por excesso de trabalho e o comprometimento com muitos projetos, problemas pessoais e financeiros ou cansaço psicológico podem ser impeditivos para tornar essa prática física algo rotineiro e ignorar os alertas do nosso corpo.

E reconhecemos que, para o seu sustento e carreira, às vezes precisamos suportar algum desconforto. 

Parte da criação de uma prática saudável está no estabelecimento de limites claros que permitem que você mantenha um senso de equilíbrio.

Reservar um tempo necessário para descansar e recarregar as baterias é essencial para tornar os exercícios mais prazerosos e conectados com os seus hábitos. 

Não ultrapasse os seus limites físicos e mentais, a recuperação de ambos pode levar mais tempo do que a prática contínua e sustentável do seu autocuidado.

5 Dicas de melhorar hábitos do corpo (dia-a-dia) - Des1gnON
Ilustração Kriota Willberg

Lembre-se: você não está “fazendo nada”.
Cuidando do seu corpo você também está melhorando os seus processos criativos, podendo ser uma forma de garantir a longevidade da sua carreira.

Vamos criar bons hábitos? 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You May Also Like