Dicas ESSENCIAIS para você se desenvolver (e aprender) como Designer

Não importa quão profissional você é, o mundo está mudando tão rápido que em algum momento você vai se sentir desatualizado. Então será a hora de se desenvolver como designer.

Des1gnon - Aprender e se desenvolver como designer_02

Se você viu esse post, sobre as tendências de design 2017, deve ter percebido que o design está sempre mudando para acompanhar a tecnologia e as necessidades do mercado.

Vídeos, animações, 3D e SEO, já começaram a ser domínios obrigatórios para nós.

Ainda que haja trabalhos impressos, devemos concordar que projetos on-lines vêm dominando há um tempo. Se pararmos para pensar, até mesmo os nossos layouts impressos estão nas mídias sociais, no issuu, no WhatsApp, em blogs, sites, telas interativas, etc.

E por quê? Quem foi que “lançou” essa tendência?

Des1gnon - Aprender e se desenvolver como designer_03

Bem, tudo começa na economia. Os nossos clientes precisam estar onde os clientes deles estão. E eles estão na internet.

Estudos mostram que passamos em média 11 horas por dia em frente às nossas “amadas” telas – sejam dispositivos móveis ou desktops. A atenção das pessoas está cada vez mais escassa e, por isso, o design precisa gerar engajamento.

E para gerar engajamento precisamos do quê? De tecnologia, de interatividade, de animações e devídeos. Esse é o mundo de hoje.

Daí olhamos para as vagas de emprego de design e lá estão: necessário conhecimentos em PHP, SEO, vídeo, expert em WordPress, CSS, UX Design.

Foi-se o tempo do “Photoshop, Illustrator e Indesign”. Ou, se somos autônomos, ainda nos deparamos com algumas novas necessidades de clientes, como: “quero utilizar a tecnologia push up”, “quero desenvolver um app”, “quero fazer telas interativas”, e por aí vai.

Mas antes que você se desespere e resolva ir trabalhar em um shopping, fazer um concurso público ou se mudar para o Havaí e nunca mais pensar em nada disso, mantenha a calma. Tenho aqui uma lista de “antidepressivos” que você pode utilizar.

Confira algumas dicas para não ficar tão preocupado. Depois é só partir para a ação.


Primeiro: você não está sozinho

É o que diz Austin Kleon em seu livro “Show your work”:

Des1gnon - Aprender e se desenvolver como designer

“Até para profissionais, a melhor maneira de desenvolver-se é cultivar um ‘espírito amador’ e abraçar as incertezas e o desconhecido”, porque o mundo está mudando muito rápido.

Você sente que o resto do mundo todo já sabe tudo o que você precisa saber, mas a verdade é que você conhece um monte de coisa que os outros não conhecem e vice-versa. Vai ser sempre assim. E tudo bem. Ninguém é obrigado a saber tudo.

Acabamos aprendendo conforme surgem as demandas, e de acordo com os diferentes tipos de clientes e mercados atendidos. Então, quando sentir a necessidade, busque. Só de fazer isso continuamente você já vai ter uma vantagem em relação aos seus concorrentes, caso essa seja uma preocupação sua.


Segundo: temos uma rede para compartilhar e aprender

Esteja sempre antenado nos tutoriais em vídeos, blogs e conversas entre amigos. Vale também compartilhar o que você tem pensado e aprendido.

Apareceu um problema novo? Muita coisa você consegue resolver no Google mesmo, já outras não. É por isso que você precisa criar uma rede de “pares”. Ou seja, de pessoas, amigos ou conhecidos da área, que possam te ajudar a resolver um pepino urgente, e te dar uma opinião sincera. E, para manter esses relacionamentos preciosos, esteja sempre compartilhando também.


Aprender uma coisa de cada vez

Des1gnon - Aprender e se desenvolver como designer

Não tem jeito. Você vai precisar aprender algumas coisas também, e isso é ótimo.

Mas lembre-se: uma coisa de cada vez.

Foco. Vai aprender SEO? Certo. Faça um curso ou leia a respeito, mas tenha a paciência e a calma de aprender isso com profundidade para que a base seja lançada. Depois fica mais fácil, pois você vai precisar apenas se atualizar.

Se você possui tempo disponível e pode aprender várias coisas ao mesmo tempo, maravilha. Caso contrário, reserve tempo na agenda e vai fundo.

Uma coisa de cada vez.

Ao final de um ano, você vai ver quanta coisa nova aprendeu e só você pode fazer isso por você.


Os clientes também estão se adaptando

Sorte a nossa que muitos clientes sabem que precisam fazer coisas diferentes e atuais para atrair um público cada vez mais seletivo – lembra da escassez da atenção? Pois é!

No entanto eles não dominam essas tecnologias – falo daqueles clientes que já estamos acostumados a atender.

Já o designer está em contato com diversas informações, tendências, novidades e tecnologias diariamente. Ou seja, se você se mantém informado, mesmo que seja um pouquinho por dia, as chances de ser pego de surpresa por um novo termo ou uma nova tecnologia são menores.

Não há necessidade de ler milhares de livros em um mês para matar o atraso. Mas um pouquinho por dia ou dentro das suas possibilidades, já ajuda bastante. Se você colocar metas grandes demais, acaba se frustrando quando não conseguir cumprí-las.


Conclusão

  • Relaxe, está todo mundo correndo atrás!
  • Aprenda, compartilhe e, assim, descubra coisas novas.
  • Busque sempre uma coisa de cada vez.
  • Se informe, mas em doses diárias que você consiga “digerir”.
  • Tenha paciência com você mesmo, mas também persistência e perseverança. Essas serão suas maiores vantagens competitivas.

Se seguir essas dicas você irá aprender cada vez mais e irá continuadamente se desenvolver como designer! :)

Share

Dicas ESSENCIAIS para você se desenvolver (e aprender) como Designer

Discussion

9 Responses

Leave A Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *