Criatividade! O que fazer quando ela não chega?

Os passos para o processo criativo…

Esta é, possivelmente, a parte mais difícil de um projeto, quando não surgem idéias e a criatividade some. Se você ainda não despediu-se de um projeto ou você está indeciso em qual caminho tomar, o vazio se transforma em nervosismo.

Mas não entre em desespero, isso acontece com todos ilustradores, designers, fotógrafos, decoradores, ou seja, todos no reino criativo. Muitos dizem que esboçar ajuda libertar a mente e abrir conceitos.

Não pense nisso como “isto tem que ser feito agora ou eu vou sujar a minha reputação“, isso apenas piora. Pense nisso como “o começo”. Se estabeleça e só se preocupe com o job em mãos, isso ajuda a quebrar o fluxo e iniciar o projeto que você tem tentado fazer.

Veja algumas dicas!

 

A Idéia no papel

 

Quando tiver feito isso corretamente você deve estar mais solto e as idéias meio que flutuantes. Está pensando em um peixe voador zumbie ou algo do tipo?

Ótimo! Tire da sua cabeça e passe para o papel.

Essas idéias todas devem ser pura criatividade, seja bobo, atrevido ou assustador. Você pode ter todas essas idéias e ir esboçando.

Lembre-se.. “as boas idéias são descobertas uma vez que todas as idéias estúpidas tenham saído do seu cérebro.

 

 

 

Lista de perguntas

É nesta parte que você obtém as idéias mais completas e concisas sobre o projeto. É bom ter uma lista pré-definida de perguntas a fazer ao cliente para que você obtenha todas as informações que você precisará para projeto. Pergunte tudo possível, mesmo que sejam algumas informações irrelevantes.

 

Pesquisa de informações

Sites de pesquisas, blogs, twitter, até mesmo facebook, procure ler, sugue o máximo de informações possível, de modo geral aprenda! Saiba o que foi criado, em seguida, amplie as idéias para sua própria versão.

Você é o veículo para a mensagem. Certifique-se de não turvar as águas no processo. E não confunda-se: expandir a sua própria versão não significa copiar e colar.

 

 

Brainstorming

Você tem o esboço do projeto de todas as idéias que você anotou delineadas,  além de todas suas pesquisas feitas. O que acontece agora? Você tem que colocar tudo isso na prática.

Não se trata de encontrar novas idéias, e sim o aproveitamento das idéias que você já descobriu e assim começar a juntá-las como algo útil para resolver o problema criativo.

 

 

Explicando o Visual


Você está trabalhando em um projeto que realmente seja funcional?

Será que isto é fazer o público tirar suas próprias conclusões?

O projeto ajuda a obter informações, ou antes era mais fácil de obter?

Será que o seu logotipo resolve ou ajuda a identificar a marca?

A sua ilustração apoia o resto do projeto?

Essas são boas questões a serem feitas. Não basta fazer coisas bonitinhas, tem que resolver o problema e torná-lo mais fácil de digerir e usar. Se você está tomando decisões baseadas no visual e isso não funcionar, talvez o “coração” de sua mensagem está desligado.

Toda a sua criatividade deve centrar-se na apresentação e comunicação, independentemente se ele está na web, uma peça impressa, fotografia, objetos físicos, copyrighting, ilustrações ou qualquer coisa do tipo.

 

 

Nem tudo dura para sempre

Este é um dos conceitos mais difíceis de alcançar através da criatividade.

Uma criação é quase impossível fazer que dure para sempre, alguns ajustes terão sempre de ser feitos ao longo dos anos. Se você resolveu um problema de forma criativa e tentou fazer algo que efetivamente se comunica com seu público-alvo, deve ser capaz de crescer com o seu cliente. Será que eles precisam fazer algumas atualizações ao longo do caminho? Claro que sim. O mundo gira mais rapido que nós imaginamos, e junto tudo vira passado e antiquado.

Olhe para algumas grandes marcas, como Apple, Coca-Cola e Nike, mesmo mantendo-se fiel a sua marca principal e fizeram algumas pequenas modificações ao longo dos anos.

Você vai sempre fornecer ao seu cliente as ferramentas para crescer e se expandir no futuro, ou você vai impedi-los no processo?

 

Espero que ajude! 😉

 

 

Img ‘Metamorphosis (life cycle) of the’ , ‘magnifying glass on pile of ‘, ‘Red pencil with abstract speech’, ‘full length man with lamp shows’ e ‘Young businessman with ideas’ de Shutterstock.

Share

Criatividade! O que fazer quando ela não chega?

Discussion

5 Responses

  1. Esley says

    Gostei muito desse post. A criatividade e o processo criativo (juro que não era minha intenção lembrar a Fayga) são “pontos” da área criativa que estão sempre dando dor de cabeça, é muito interessante ler sobre isso.
    Quando eu estou desenvolvendo algo, gosto muito de re-ler o livro ‘Das coisas nascem coisas’, do grande Bruno Munari. O passo a passo dele sobre projetar é simples e incrível!

  2. Douglas says

    Muito bom o tópico. Me ajudo bastante, pois essas semanas estava “estudando um pouco sobre a mente em relação a criatividade. Tenho 3 anos de Designer gráfico e vou começar faculdade de Design agora, e mesmo assim ainda tenho bastante dificuldade na hora de imaginar e passar pro papel. Agata entrei no seu website, seus trabalhos são muito bem elaborados e bem encaixados, adorei. Parabéns pelo trabalho e sucesso. Se puder entra em contato preciso de algumas ajudas e vejo que você já tem experiência na área. att,

    1. AgataYama says

      Douglas, muito obrigada. Realmente muitos dessa área tem dificuldade, e é normal o bloqueio. Fico feliz por ter ajudado. 🙂 E fico agradecida pelos elogios, sucesso igualmente! 😉

Leave A Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *